Notícias

Alterar o idioma do Blog

Texto

As matérias mais recentes do Folha de Tucuruí

Últimas matérias do Folha

Publicidade

Enquete

Responda a pergunta da enquete: Você aceitaria ou não se vender e vender a sua cidade e a sua dignidade aos políticos corruptos?

Enquete

Se você tivesse milhares de pessoas que dependessem e confiassem em você, e os corruptos tentassem lhe comprar por R$ 500.000,00 em dinheiro, mais dez cargos públicos de R$ 1.200,00 e mais R$ 10.000,00 por mês de mensalinho, você se venderia?
Se venderia na hora, cada um por si e você quer é se dar bem?
Tentaria dobrar a proposta e conseguir mais cargos e mais dinheiro para se vender?
Aceitaria e ainda chantagearia os corruptos para ficar rico?
Denunciaria os bandidos à justiça, pois não precisa e não quer dinheiro sujo de corrupto?

sábado, 6 de fevereiro de 2016

Assembléia autoriza sindicato a processar Prefeitura e Secretária de Administração por atentado à liberdade sindical

Prefeito de Tucuruí Sancler Ferreira (PPS) - Atentado contra a liberdade sindical.             
Em Assembléia Geral e por unanimidade a direção do SINSMUT e sua assessoria jurídica foram autorizadas a processar a Prefeitura de Tucuruí e a Secretária de Administração por danos morais, prejuízos financeiros dolosos contra o sindicato e por tentar contra a liberdade sindical que é garantida pela Constituição Federal, ficou decidido ainda que a Assessoria do SINSMUT deverá defender individualmente os servidores filiados no SINSMUT que queriam processar a PMT e a Secretária de Administração por ter sido lesado o direito do servidor de se sindicalizar.
             
Os servidores que se sentiram lesados e queiram entrar com o processo deverão levar dois holerites, um com o desconto e o último sem o desconto e a cópia de documento de identidade na sede do SINSMUT à partir de quinta feira pela manhã.
           

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Denúncia de lobista contra Aécio é 100% verossímil

               
Jornal Brasil 24/7
                    
Ao depor ontem na Lava Jato, o lobista Fernando Moura afirmou que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) conseguiu manter seu aliado Dimas Toledo numa das principais diretorias de Furnas, mesmo no governo Lula; por meio de nota, Aécio questionou que tivesse poderes para indicar alguém num governo do PT; o fato, no entanto, é que Dimas ficou no cargo até 2005 e só caiu quando Roberto Jefferson denunciou o mensalão de Furnas; além disso, antes da disputa presidencial de 2014, Aécio foi um discreto aliado do PT, mesmo estando no PSDB; em 2006, ele sabotou Geraldo Alckmin e permitiu que prosperasse o movimento "Lulécio"; em 2010, Aécio poderia até ter tido o apoio de Lula, caso tivesse trocado o PSDB pelo PMDB; até agora, três delatores já mencionaram esquemas de propinas que envolveriam Aécio.