Alterar o idioma do Blog - Change the language of the blog.

Postagens Recentes

Publicidade

sábado, 31 de janeiro de 2015

Prefeito manda fazer "triagem" politica para a volta dos contratados

           
Fomos informados que está sendo feita uma "triagem" politica na Prefeitura, funcionários da PMT estão chamando os contratados "demitidos" e perguntam qual o vereador que os indicou, se este vereador ainda tem cota de contratações ele é comunicado da recontratação e lembrado das condições para que o apadrinhado permaneça na PMT, subserviência total do vereador às ordens e a vontade do prefeito.
      
O vereador também pode recusar o apadrinhamento de determinado contratado, depende da importância que o contratado tem para o vereador, se ele não for considerado útil para o vereador o contratado continua demitido e recebe uma desculpa qualquer. As desculpas mais usadas são: Temos que chamar os concursados, e a prefeitura está sem dinheiro. 
    
Os contratados que tem padrinho são recontratados normalmente, muitos contratados apadrinhados por vereadores mais chegados ao prefeito nem chegaram a ser demitidos de fato e receberam normalmente seus salários de janeiro.
        

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Denúncia - Prefeitura de Tucuruí paga aluguel da usina de asfalto que é da própria prefeitura

Imagem do Jornal de Tucuruí
O Jornal de Tucuruí denunciou esquema de pagamento de aluguel a uma empresa particular pelo uso da Usina de Asfalto da própria Prefeitura de Tucuruí e para que a empresa venda asfalto para cidades vizinhas, inclusive para Novo repartimento cuja prefeita é sogra do Prefeito Sancler (PPS). Para ver a matéria e o vídeo, Clique Aqui.
 

Mais uma do Prefeito da CIDADE SEM LEI!!!
    
E agora, denunciar para quem??? Alguém sabe o endereço ou o telefone do Bispo?
   

Direção da ASERT pode ter fraudado prestação de contas na Assembléia Geral

Direção da ASERT, suspeita de fraude na prestação de contas
Relatório financeiro da ASERT apresentado para a Assembleia Geral da entidade aponta para fraude nos números apresentados para a Assembléia Geral.
   
Segundo o Presidente da ASERT, Souza e pelo Diretor Financeiro da entidade e o Leonel, a ASERT deve R$ 1.807.000,00 (Um milhão e oitocentos mil), no entanto os credores da ASERT apresentam uma dívida de R$ 2.066.380,65 (Mais de dois milhões). Ora, ou a ACIT ou a ASERT estão mentindo, nós acreditamos que se houver armação é da ASERT, pois a ACIT não tem interesse no calote a seus segurados, o interesse de manipulação e fraude na prestação de contas da dívida da ASERT, se houver, é da direção da Associação e do prefeito Sancler. 
       
Caso a direção da ASERT esteja realmente fraudando a prestação de contas e a contabilidade da Associação, quem garante mesmo que a PMT não repassou, total ou parcialmente, os descontos dos servidores que segundo a ACIT é de R$ 2.200.000,00 Dois milhões e duzentos mil, e não R$ 1.800.000,00 um milhão e oitocentos mil, e quem garante que estes recursos não foram desviados para outras finalidades, levando em conta que 2014 foi um ano eleitoral de especial interesse do prefeito Sancler Ferreira (PPS)?
         
O SINSMUT, a Comissão dos Filiados da ASERT e a ACIT, estão provocando o Ministério Público Estadual para esclarecer quanto a Prefeitura deve pra a ASERT, quanto a ASERT deve para os seus credores e quando Prefeitura e a ASERT pretendem quitar suas dívidas.
           
Vejam a relação de dívidas da ASERT.
            

Humor... Onde foi que eu errei?


quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Descaso da direção da ASERT e da PMT, leva a questão da apropriação indébita dos descontos dos servidores municipais ao Ministério Público

Reunião da Comissão da ASERT com a ACIT
Na administração da ex-presidente da ASERT Telma, a desculpa para o calote do Prefeito Sancler (PPS) era de que a mesma fazia política partidária e oposição ao prefeito na Associação. Isso só porque ela cobrava a dívida do prefeito Sancler em vez de puxar saco. Por se recusar a lamber as botas do prefeito, a Telma sofreu toda sorte de perseguições e deixou uma divida (segundo a atual direção) de R$ 600.000,00 (Seiscentos mil).
     
A atual direção conseguiu convencer os servidores de que elegendo uma diretoria "do lado do prefeito" tudo mudaria inclusive os repasses dos descontos dos servidores pela Prefeitura seria regularizado e posto em dia...
     
PURA MENTIRA E ENGANAÇÃO!!!
      
Com a nova diretoria da ASERT "do lado do prefeito" a divida da ASERT passou de R$ 600.000,00 Seiscentos mil, para R$ 2.066.380,65 (Mais de dois milhões), quer dizer, colocar pessoas "do lado do prefeito" na ASERT foi a pior coisa que os servidores municipais poderiam ter feito.
     
BAJULAÇÃO E DESCASO
            
A Direção da ASERT em vez de defender os interesses da Associação, defende os interesses do prefeito o que está prejudicando os associados da ASERT e colocando em risco a própria instituição.
      
Ficou decidido na última Assembleia da ASERT que a direção da associação, a comissão (formada pela Assembleia) e o representante dos credores da ASERT (ACIT), se reuniriam hoje para discutir a situação da dívida da entidade, inclusive a PMT na pessoa da Secretária de Finanças foi convidada.
            
No entanto nem o Presidente da ASERT Souza e nem o Diretor Financeiro da ASERT o Leonel compareceram, a representante da PMT também não compareceu, certamente eles combinaram para sabotar a reunião. A Secretária de Finanças da PMT fazer este tipo de jogada, mesmo que imoral até dá para entender, se ela não defender os interesses do prefeito ela vai pra rua, mas esta mesma atitude por parte do Souza e do Leonel é de uma imoralidade, uma indecência e um desrespeito pelos servidores municipais nunca antes visto, nem mesmo pela antiga direção pelega e subalterna do SINSMUT e nem pela subalterna Câmara Municipal.
        
Dizem que dos R$ 2.200.000,00 Dois milhões e duzentos mil que deve à ASERT, a Prefeitura só repassou R$ 80.000,00 (Oitenta mil) e que o Souza e o Leonel estariam negociando pelas costas dos servidores o parcelamento da dívida da ASERT com o Prefeito, da mesma forma que os vereadores aprovaram o parcelamento do IPASET.
           
Agora pensem: Se o Prefeito (que é um mal pagador contumaz) não faz o repasse dos descontos normais, como é que vai fazer os repasses e ainda as parcelas? Isso não passa de mais um golpe do Prefeito, desta vez com a cumplicidade da direção da ASERT. Os descontos para a ASERT é salário do servidor, não tem um centavo de dinheiro público, mas quem vai acabar pagando a conta da apropriação do salário do servidor pelo prefeito, é toda a população de Tucuruí. O pior é que o Prefeito tem a cumplicidade da direção da ASERT, que deveria defender os interesses dos associados e não do prefeito.
           
Agora o SINSMUT, a Comissão criada para discutir a dívida da ASERT e a ACIT solicitaram uma audiência com o Ministério Público Estadual para que o MP intervenha e resolva a questão da apropriação do salário dos servidores por parte do Prefeito Sancler. Estes descontos são para garantir a alimentação e a saúde dos servidores municipais, sendo assim, esta situação requer a atuação da Justiça e do MPE.
           
A dívida da ASERT hoje é de R$ 2.066.380,65 (dois milhões). A ACIT está representando a dívida no valor de R$ 1.476.380,65. O dono do Supermercado Carajás disse que vai negociar diretamente com o Prefeito. O dono do Supermercado Carajás não pode contrariar o prefeito, pois como é de conhecimento geral ele tem um problema devido à invasão de uma Área de proteção ambiental, pois ele construiu em cima do Igarapé Santana, o que é crime ambiental (Clique Aqui). Então para ele não é negócio contrariar o prefeito por uma dívida de "apenas" R$ 590.000,00 já que o terreno invadido vale muito mais que isso.
           
Ata da reunião da ACIT e da Comissão da ASERT.

     
       
Relação de dividas da ASERT
       
   
Ofício da Comissão e da ACIT solicitando uma reunião com o Ministério Público.
         
         

Publicidade